TJRJ conquista Selo Prata de Qualidade do CNJ


O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) conquistou o Selo Prata de Qualidade 2021, promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O resultado foi divulgado nesta sexta-feira (3/12) durante o 15º Encontro Nacional do Poder Judiciário, em Brasília. O TJRJ atingiu a pontuação de 57,4% na premiação que avaliou 137 critérios sistematizados em quatro eixos temáticos: Governança, Produtividade, Transparência e Tecnologia.


De acordo com a Portaria CNJ 135/2021, que regulamentou o Prêmio CNJ de Qualidade de 2021, a iniciativa visa estimular os tribunais brasileiros a buscar excelência na gestão e no planejamento, contribuir para o aprimoramento da prestação jurisdicional, além de promover a transparência e a melhoria na prestação de informações. O presidente do TJRJ, Henrique Carlos de Andrade Figueira, ressaltou que o Selo Prata é o reconhecimento do bom trabalho desenvolvido pelos magistrados e servidores do tribunal.


“O Selo Prata é o resultado de muita dedicação e esforço, no sentido de se buscar, cada vez mais, uma prestação jurisdicional célere e de qualidade. Parabenizo nossos magistrados e servidores pelas metas atingidas e pelo desempenho alcançado ao longo do ano de 2021”, afirmou.


Prêmio CNJ de Qualidade


Criado em 2019 em substituição ao Selo Justiça em Números, o Prêmio CNJ de Qualidade pretende estimular os tribunais brasileiros a buscarem a excelência na gestão e no planejamento de suas atividades. A pontuação leva em conta critérios sistematizados em quatro categorias: Governança, Produtividade, Transparência, e Dados e Tecnologia. Um dos aspectos ressaltados na avaliação de 2021 foi a produtividade e o tempo que os tribunais levam para julgar os processos relativos aos casos de violência doméstica e familiar contra a mulher e feminicídio.


Todos os tribunais participam do Prêmio CNJ de Qualidade, incluindo os tribunais superiores, os 27 Tribunais de Justiça (TJs), os cinco Tribunais Regionais Federais (TRFs), os 24 Tribunais Regionais do Trabalho (TRTs), os 27 Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) e os três Tribunais de Justiça Militar (TJMs) dos estados.

MG/MB


Fonte: TJRJ