Semana Nacional de Conciliação será realizada de 8 a 12 de novembro



Conciliar pode evitar um desgaste desnecessário para as partes envolvidas no conflito e ainda possibilitar uma economia de gastos com processos judiciais. Além disso, é uma solução mais rápida para o problema. Assim, todos saem ganhando: as partes, o Judiciário e, consequentemente, toda a sociedade, com a redução do número de processos em tramitação na Justiça.


No próximo mês, será realizada mais uma edição da Semana Nacional da Conciliação, iniciativa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que acontece, anualmente, desde 2006, de que participam os Tribunais de Justiça, os Tribunais do Trabalho e os Tribunais Federais. A XVI Semana Nacional da Conciliação acontecerá de 8 a 12 de novembro.


No Poder Judiciário fluminense, serão abrangidos pela iniciativa mais de 700 processos envolvendo empresas dos segmentos de saúde, educação, financeiro, imobiliário, de telefonia, telecomunicações, telefonia e de companhia aérea. Participarão do evento 16 comarcas do estado, incluindo a Capital, além de 11 fóruns regionais.


A campanha deste ano traz o conceito “Conciliação: Mais tempo para você”. A ação tenta mostrar às partes como elas podem aproveitar melhor o seu tempo ao optar pelo método de autocomposição para resolução de conflitos, que oferece praticidade e rapidez, assim como maior eficiência para a estrutura judiciária.


Para o presidente do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, desembargador Cesar Cury, a iniciativa é de grande relevância. “A Semana Nacional de Conciliação é uma excelente oportunidade para que as pessoas resolvam seus conflitos, independentemente da existência de processos judiciais, com todo o apoio dos mediadores e conciliadores e a segurança do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro”, destacou.


SP/MB


Fonte: Assessoria de Imprensa TJRJ